sábado, 11 de junho de 2011

PROXIMO EVENTO

MEGA EVENTO 
MONACO FUTSAL  EM NOSSA QUADRA GARDEN-BALL 
INICIO 05/07  TERMINO  10/07


quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

terça-feira, 2 de novembro de 2010

sábado, 23 de outubro de 2010

JOGOS DE SABADO 23-10-10

XEXE FUTSAL 
X
STATUS FUTSAL 


 

JOGO CRUZ DE MALTA

                                                    CRUZ DE MALTA
                                                                 X 
                                                     AMIGOS UNIDOS 



 

COPA BATALHA 23-10-10 SABADO

COPA BATALHA 
SABADO 23-10-10
DOIS TOCKS X 1 GOLE+1 


   

terça-feira, 19 de outubro de 2010

REGRAS DO FUTSAL

1 - DIMENSÕES:
A quadra de jogo será um retângulo tendo seu comprimento mínimo de 25 metros e máximo de 42 metros e a largura mínima de 15 metros e máxima de 25 metros.
a) Para a Liga Futsal Masculina e Feminina, o comprimento mínimo é de 38 metros e o máximo de 42 metros e com largura mínima de 18 metros e máximo de 25 metros;
b) Para competições de categoria adulta, em nível nacional, o comprimento mínimo é de 36 metros e o máximo de 42 metros e com largura mínima de 18 metros e máximo de 25 metros;
c) Para competições de categorias Sub 20 a Sub 15, em nível nacional, o comprimento mínimo é de 34 metros e o Maximo de 42 metros e com largura mínima de 17 metros e máximo de 25 metros;
d) Para as competições estaduais, as dimensões das quadras, poderão ser regulamentadas pelas Federações Locais;
e) As quadras devem possuir, obrigatoriamente, em perfeitas condições de uso e visibilidade para o público, jogadores, membros da comissão técnica e para a equipe de arbitragem, placar ou mostrador, onde serão fixados ou indicados os tentos da partida e o cronômetro eletrônico para controle do tempo de jogo.

2 - PARTIDAS INTERNACIONAIS:
Para partidas internacionais a quadra deverá ter um comprimento mínimo de 38 metros e máximo de 42 metros e uma largura mínima de 18 metros e máxima de 25 metros.
3 - A MARCAÇÃO DA QUADRA:
Todas as linhas demarcatórias da quadra deverão ser bem visíveis, com 8 centímetros de espessura, e pertencem as zonas que demarcam.
a) As linhas limítrofes de maior comprimento denominam-se linhas laterais e as de menor comprimento linhas de meta.
b) Na metade da quadra será traçada uma linha divisória, de uma extremidade a outra das linhas laterais, eqüidistantes às linhas de meta.
c) As linhas demarcatórias da quadra, na lateral e no fundo, deverão estar afastadas pelo menos 1 (um) metro de qualquer obstáculo (redes de proteção, telas, placas de propagandas, grades ou paredes).
d) O centro da quadra será demarcado por um pequeno círculo, situado no meio da linha divisória com 10 (dez) centímetros de raio.
e) Ao redor do pequeno círculo será fixado o círculo central da quadra com um raio de 3 (três) metros.
4 - ÁREA PENAL:
A área penal, situada em ambas às extremidades da superfície de jogo, será demarcada da seguinte forma:
 A 6 (seis) metros de distância de cada poste de meta haverá um semicírculo perpendicular à linha de meta que se estenderá ao interior da quadra com um raio de 6 (seis) metros. A parte superior deste semicírculo será uma linha reta de 3,16 metros (três metros e 16 centímetros), paralela a linha de meta, entre os postes. A superfície dentro deste semicírculo, denomina-se área penal. A linha curva que marca o limite exterior da área penal denomina-se como linha penal e faz parte da área.

À distância de 5 (cinco) metros do ponto central da meta, medida por uma linha imaginária em ângulo reto com a linha de meta e assinalado por um pequeno retângulo, medindo 10 (dez) por 8 (oito) centímetros, será marcado o local até onde o goleiro poderá avançar na cobrança do tiro livre direto dos 10 (dez) metros.
5 - PENALIDADE MÁXIMA:
À distância de 6 (seis) metros do ponto central da meta, medida por uma linha imaginária em ângulo reto com a linha de meta e assinalada por um pequeno círculo com 10 (dez) centímetros de raio, será marcado o respectivo local para a cobrança da penalidade máxima.
6 - TIRO LIVRE SEM BARREIRA:
À distância de 10 (dez) metros do ponto central da meta, medida por uma linha imaginária em ângulo reto com a linha de meta, serão marcados os respectivos sinais, de onde serão cobrados os tiros livres sem barreira.
7 - TIRO DE CANTO:
Nos quatro cantos da quadra, no encontro das linhas laterais com as linhas de meta serão demarcados ¼ (um quarto) de círculo com 25 centímetros de raio de onde serão cobrados os tiros de canto. O raio de 25 centímetros partirá do vértice externo do ângulo formado pelas linhas lateral e de fundo até o extremo externo da nova linha.
8 - ZONA DE SUBSTITUIÇÕES:
É o espaço determinado na linha lateral, do lado onde se encontra a mesa de anotações e cronometragem, iniciando-se a uma distância de 5 metros para cada lado partindo da linha divisória do meio da quadra, onde inicia a zona se substituição. Para cada zona haverá um espaço de 5 metros, localizado em frente ao banco de reservas das equipes, identificados com linhas de 80 (oitenta) centímetros, ficando 40 (quarenta) centímetros no interior da quadra e 40 (quarenta) centímetros para fora da quadra. Este espaço de 5 (cinco) metros situado entre estas linhas de 80 (oitenta) centímetros os jogadores deverão entrar e sair da quadra por ocasião das substituições. O espaço à frente da mesa do anotador e cronometrista com 5 metros de cada lado da linha divisória do meio da quadra deverão permanecer livres.

9 - METAS:
As metas serão colocadas no centro de cada linha de meta. Serão formadas por dois postes verticais separados em 3 (três) metros entre eles (medida interior) e ligados por um travessão horizontal cuja medida livre interior estará a 2 metros do solo.
a) A largura e espessura dos postes e do travessão serão de 8 (oito) centímetros e quando roliços terão o diâmetro de 8 (oito) centímetros;
b) Os postes e o travessão poderão ser confeccionados em madeira, plástico, ferro ou materiais similares;
c) Serão colocadas redes por trás das metas e obrigatoriamente presas aos postes, ao travessão e ao solo. Deverão estar convenientemente sustentadas e colocadas de modo a não perturbar ou dificultar a ação do goleiro. As redes serão de corda, em material resistente e malhas de pequena abertura para não permitir a passagem da bola;
d) A profundidade da meta ficará na parte externa da superfície de jogo, sendo de, no mínimo, 80 (oitenta) centímetros na parte superior e de 100 (cem) centímetros ao nível do solo.
10 - SEGURANÇA:
As metas podem ser portáteis, mas devem ser preferencialmente fixadas firmemente ao solo durante as partidas.
11 - SUPERFÍCIE DE JOGO:
A superfície de jogo deverá ser lisa, estar livre de asperezas e não ser abrasiva. O seu piso será construído de madeira, material sintético ou cimento, rigorosamente nivelado, sem declives, nem depressões, prevenindo escorregões e acidentes.
12- DECISÕES:
a)  Perpendiculares às linhas de meta e para fora da superfície de jogo, deverá ser feita uma marca com largura de 8 (oito) centímetros, a uma distância de 5 metros da união da parte externa das linhas laterais com as linhas de meta, para regular a distância que os atletas devem permanecer por ocasião da cobrança dos tiros de canto e laterais;
b) Os bancos de reservas das equipes situam-se atrás da linha lateral, imediatamente na continuação da área livre, situada em frente à mesa de anotações. Cada equipe ocupará banco colocado ao lado da meia quadra de sua defesa;
c)  Deverão ser feitas duas marcas adicionais na superfície de jogo, a 5 (cinco) metros da marca do tiro livre de 10 (dez) metros, à esquerda e à direita, para sinalizar a distância que deverá ser observada na execução do tiro livre sem barreira. Estas marcas devem ter largura de 8 (oito) centímetros e comprimento de 10 (dez) centímetros;

RECOMENDAÇÕES:
a) Os árbitros ao entrar na quadra, devem conferir se todas as marcações estão corretas e se não estiverem, solicitar a imediata correção, e registrar em relatório as incorreções existentes;
b) Verificar as condições das redes das metas e redes de proteção em volta da quadra de jogo.
c) As linhas perpendiculares colocadas nas linhas de metas, são para que os jogadores e árbitros tenham uma noção da distância que os jogadores devem ficar da bola, por ocasião da cobrança dos tiros laterais e de canto. Os jogadores não necessitam ficar a 5 (cinco) metros da linha lateral, mas devem ficar a uma distância de 5 (cinco) metros da bola. Estas marcas devem ter largura de 8 (oito) centímetros e comprimento de 10 (dez) centímetros para fora da quadra;d) Não será permitido que o Massagista ou Atendente, Médico ou Fisioterapeuta e Preparador Físico permaneçam em pé durante a partida, quando não estiverem executando suas respectivas funções. Também não será permitido qualquer tipo de manifestação durante a partida;
e) Os jogadores reservas devem permanecer sentados em seus respectivos bancos de reservas, ou em aquecimento nos locais apropriados e determinados pelos árbitros.
COMENTÁRIOS A REGRA:
Os oficiais de arbitragem devem sempre conferir se as demarcações da quadra de jogo estão de acordo com a regra, o local dos reservas e o de aquecimento. Verificar se a bola não passa pela malha das redes e se a mesma não atrapalha as ações dos goleiros. O cronometrista deve conferir se o placar eletrônico está com todas as suas funções funcionando corretamente. E em caso de alguma irregularidade relatar as incorreções no seu relatório.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010